Por quê

A proposta da Acaso é a criação, a transformação e a divulgação de conhecimento, arte e cultura, e pretendemos fazê-lo de forma inovadora ao reunirmos as duas pontas dessa cadeia: a produção e o consumo de bens culturais.

A ideia motriz da Acaso é atuar de forma complementar às instituições de fomento tradicionais, buscando garantir a divulgação dos resultados de cada projeto contemplado em nossos editais. Assim, não só financiaremos projetos, como viabilizaremos sua divulgação – respeitando as características próprias de cada um – em um espaço onde inúmeras outras atividades artísticas e culturais também estarão acontecendo: exposições, seminários e colóquios, palestras, publicações, shows e concertos, workshops, cursos, peças teatrais…

Nosso objetivo é produzir cultura e, ao mesmo tempo, promover uma reflexão crítica sobre a cultura de forma contínua e renovada. Tudo isso, numa cidade que vem abandonando sua vocação cultural ao longo de décadas, numa velocidade cada vez maior, o que, não por acaso, deu ao projeto um novo propósito: além de um lugar de encontro para a celebração da cultura e a produção de conhecimento, a Acaso pretende ser um espaço de liberdade. Liberdade de criar, de pensar, de resistir. Liberdade de oferecer condições aos diversos agentes culturais da cidade de reagirem, com seriedade e humor, reflexão e beleza, profundidade e graça, esperança, perseverança e solidariedade.